Últimas Notícias do GrêmioHistóriaJogadores

7 curiosidades sobre Arce

1. Arce chegou ao Grêmio após ser campeão paraguaio:

O lateral-direito Arce foi contratado pelo Grêmio em 1995, logo após ser campeão paraguaio pelo Cerro Porteño no ano anterior. Conquistou também as edições de 1990 e 1992 do torneio nacional do seu país de origem. Além disso, disputou as Olimpíadas de Barcelona de 1992, da qual considera ter sido uns dos maiores momentos de sua carreira.

2. Fez dupla com Roger Machado nas laterais do Grêmio nos anos 1990:

Junto do atual treinador gremista, Roger Machado, o paraguaio Arce formou a dupla de laterais do Grêmio em grandes conquistas do clubes nos anos 1990. Foi campeão da Copa Libertadores da América (1995), Recopa Sul-Americana (1996,) Brasileirão (1996), Copa do Brasil (1997), entre outros.

3. Errou um dos pênaltis na final do Mundial de 1995:

Logo após a conquista da Copa Libertadores da América em 1995, o Grêmio rumou para o enfrentamento do Mundial de Clubes contra o campeão europeu, que naquela ocasião foi o Ajax, da Holanda. A dura partida contra os holandeses terminou empatada sem gols e precisou ser decidida nas penalidades. Arce e o volante Dinho desperdiçaram suas cobranças e o Grêmio foi vice-campeão.

4. Libertadores de 1999 sob o comando de Felipão:

Quando foi campeão da Libertadores pelo Grêmio em 1995, o lateral-direito Arce era comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari. No entanto, quatro anos mais tarde, já como lateral do Palmeiras, Arce foi novamente campeão da Libertadores e tinha como seu treinador o mesmo da época de Grêmio, Felipão.

5. Eleito por sete anos seguidos o melhor lateral-direito das Américas:

Arce foi, indiscutivelmente, um dos melhores laterais pelo flanco direito no futebol sul-americano dos anos 1990. A prova disso foram as seguidas eleições que consideraram o jogador como o melhor das Américas. De 1996 a 2002, nenhum lateral-direito jogou mais do que Arce no continente.

6. É um dos três maiores ídolos do futebol paraguaio:

O atleta, que no Brasil foi multicampeão pelo Grêmio e Palmeiras, teve uma relevância tão grande no Paraguai, que hoje é considerado como um dos três maiores ídolos no esporte no país, pelo qual disputou duas Copas do Mundo, 1998 e 2002. Os outros dois jogadores considerados também ídolos são Carlos Gamarra e José Luis Chilavert.

7. Arce contribuiu para o acerto na escalação de Villasanti no Grêmio:

No início de 2022, quando Roger Machado começava o seu trabalho como treinador do Grêmio, consultou Arce, hoje também treinador, para saber como o volante Mathías Villasanti se sentia melhor jogando. Arce treinou Villasanti no Cerro Porteño e disse a Roger que o atleta tinha um melhor desempenho como primeiro homem de meio campo. Dessa forma, a dica foi certeira e Villasanti é titular absoluto da equipe. 

Enfim, gostou da notícia?

Então, se inscreva no YouTube e nos siga em nossas redes sociais como o TikTok, Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: Mauro Vieira / null

Gilberto Monteiro

Gilberto Monteiro é redator SEO com foco em futebol. Possui cursos de Redator Hacker e Ninja SEO, dedicando-se à produção de conteúdo dinâmico e de qualidade. Estudante de Jornalismo, está atento ao mundo dos esportes, sem limitações para aprender. Torcedor do Grêmio, atua como aprendiz de redação no Portal do Gremista.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo