CampeonatoÚltimas Notícias do Grêmio

Alessandro Barcellos se alinha a discurso de presidente do Grêmio e decreta futuro do Inter

Presidente do Inter enfatiza que a prioridade agora não é o futebol

Alessandro Barcellos - presidente do Inter
Imagem: Everton Pereira/O Fotografico/Gazeta Press (Alessandro Barcellos – presidente do Inter) 

Alessandro Barcellos fecha com o Grêmio: “Nós não vamos abandonar o nosso povo”

A crise que assola o Rio Grande do Sul em decorrência das recentes enchentes não apenas interrompeu a normalidade das atividades cotidianas, mas também reverberou nos campos de futebol, impondo uma pausa forçada aos clubes gaúchos. Em meio a esse cenário desafiador, o presidente do Internacional, Alessandro Barcellos, ergue a bandeira da solidariedade e define com firmeza o caminho a ser trilhado pelo Colorado.

Em declarações concedidas ao programa Seleção Sportv nesta quarta-feira, Alessandro Barcellos enfatizou a prioridade inquestionável do Inter: apoiar e auxiliar a população gaúcha que enfrenta as dolorosas consequências das intempéries climáticas.

Em um gesto de ‘generosidade’, diversos clubes, como Athletico, Palmeiras, Flamengo e São Paulo, prontamente ofereceram suas estruturas para treinos e jogos dos times afetados. Contudo, Barcellos reitera com veemência a determinação do Internacional em não “abandonar” sua terra natal e sua gente nesse momento de aflição.

Leia mais:

Faça a diferença na vida das vítimas das enchentes no RS com 99 centavos

Renato fala pela primeira vez após ser resgatado e mobiliza doações para o RS

A união dos clubes gaúchos permanecem

O presidente colorado destaca a importância da união entre os clubes gaúchos, em especial as conversas mantidas com os dirigentes do Juventude e do Grêmio. Para Barcellos, essa é uma questão que transcende as rivalidades futebolísticas e exige uma abordagem coletiva e solidária.

Diante das circunstâncias extremas enfrentadas pelo estado, Barcellos desafia qualquer tentativa de priorizar o futebol em detrimento da vida. Em um desabafo sincero, ele questiona a viabilidade de realizar partidas em meio ao caos provocado pelas enchentes, evidenciando a necessidade premente de empatia e compreensão.

A decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de adiar os jogos por apenas 20 dias é recebida com críticas pelo presidente do Internacional. Para Barcellos, esse prazo é manifestamente insuficiente diante da magnitude da tragédia e das suas repercussões generalizadas em todo o estado.

 

Imagem destaque: Ricardo Duarte/Inter

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo