Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

Após derrota do Botafogo, como ficou a chance de título do Grêmio no Brasileirão?

Suárez Grêmio x Bahia Brasileirão 2023
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Chances de título do Grêmio aumentam com derrota do Botafogo

O título do Campeonato Brasileiro da Série A de 2023 segue completamente indefinido. Na noite da última segunda-feira (6), o Botafogo visitou o Vasco, no Estádio São Januário, e acabou derrotado pelo placar de 1 a 0. Ainda na liderança, o time alvinegro já acumula quatro jogos sem vencer, com três derrotas consecutivas.

Leia mais:

BOMBA: Grêmio bate o martelo e define o substituto de Ferreira

CBF bate o martelo e escolhe arbitragem POLÊMICA para Botafogo x Grêmio

Diante do momento negativo vivido pelo Botafogo, o Grêmio vem se animando com a possibilidade de conquistar o Brasileirão. A equipe comandada pelo técnico Renato Portaluppi está em grande fase, somando quatro vitórias seguidas no torneio nacional.

Segundo números do departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a probabilidade do Imortal conquistar o Brasileirão saltou de 3,6% para 5,1% após o novo tropeço do Botafogo.

O Tricolor Gaúcho terá a chance de colar de vez no time carioca no meio de semana. Na próxima quinta-feira (9), os dois times vão ficar frente a frente, no Estádio São Januário, pela 33ª rodada.

Apesar do momento complicado que está vivendo, o Botafogo ainda é o favorito para ficar com a taça, mas vê suas chances diminuírem a cada tropeço. Ainda com um jogo a menos, contra o Fortaleza, longe de casa, o time caiu tem 35,2% de probabilidade de ficar com a taça – o número era 49,6% antes de enfrentar o Vasco.

O Red Bull Bragantino aparece logo abaixo, com 32,2% de chances, enquanto o Palmeiras soma 25,4%. Além destes, Flamengo e Atlético-MG nutrem esperanças mínimas de alcançar a primeira posição.

Confira as projeções da UFMG

  1. Botafogo: 35,2%
  2. Bragantino: 32,3%
  3. Palmeiras: 25,4%
  4. Grêmio: 5,1%
  5. Flamengo: 1,6%
  6. Atlético-MG: 0,4%

Imagem destaque: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação