Últimas Notícias do Grêmio

Caso de ASSÉDIO semelhante ao GreNal ocorre em jogo do Vasco e revolta torcedores

É o segundo caso registrado em poucos dias

Justiça toma decisão sobre caso de assédio do mascote do Inter no GreNal
Imagem: Reprodução/Site TV Pop

Mais um caso revoltante, mostrando que o Grenal não foi um ‘caso isolado’

Na semana em que celebramos o Dia Internacional da Mulher, uma torcedora vascaína usou as redes sociais para denunciar um episódio de assédio durante o jogo entre Vasco e Portuguesa, em São Januário. Ane Ferreira relatou que, ao comemorar o terceiro gol da vitória por 4 a 0, no último domingo, foi vítima de assédio por parte de um torcedor. Enquanto celebrava, o homem prendeu seu rosto com o braço e a beijou à força.

Ane, profundamente abalada, desabafou no Twitter: “Eu fiquei muito triste, porque não tem nada que eu ame mais na vida que estar em São Januário e comemorar o gol do Vasco.” Determinada a evitar que outras mulheres passem pelo mesmo, ela declarou que tomará as medidas necessárias, inclusive estudando a possibilidade de denunciar o ocorrido à polícia.

Leia mais: 

Grêmio DESCARTA nova contratação e Renato deve seguir ‘com o que tem’ no elenco

O Grêmio tem os jogadores mais valiosos do RS?

A torcedora ressaltou a importância de relatar o episódio, mesmo ciente dos desafios e do desgaste que o processo de denúncia pode causar. Ela defendeu a necessidade de campanhas para orientar as vítimas sobre como agir nesses casos.

O Vasco da Gama repudiou veementemente o assédio, comprometendo-se a apoiar na apuração do caso. O clube está em busca de imagens do suspeito e do ocorrido, oferecendo suporte nos dias de jogo, com seguranças treinados para situações semelhantes. Contudo, diante da limitação do reconhecimento facial, o desafio de identificar o agressor persiste.

O caso no Grenal

Este episódio se soma a outro caso recente, envolvendo a repórter Gisele Krumpel do canal Monumental, que acusou o mascote Saci, do Internacional, de assédio sexual durante o ultimo Grenal. A repórter estava trabalhando cobrindo as informações do Grêmio quando foi surpreendida com abraços, beijo e importunação do homem.

O fato reforça a necessidade urgente de conscientização e medidas efetivas para coibir o assédio nos estádios de futebol, mobilizando torcedores e autoridades para garantir um ambiente seguro e respeitoso para todos.

Imagem destaque: Ricardo Duarte/ Inter

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo