CampeonatoÚltimas Notícias do Grêmio

Bastidores da reunião da Liga Forte são revelados e Grêmio entra na jogada para pausa do Brasileirão

Os 11 clubes da Série A que compõem o bloco da LFU apoiam a interrupção do campeonato

Depois da convocação da Seleção Brasileira, Ednaldo Rodrigues está na Tailândia para o Congresso da Fifa.
Imagem: Rafael Ribeiro / CBF/Divulgação

Grêmio entra na jogada da liga forte e pausa do Brasileirão ganha força

Nos corredores do futebol brasileiro, uma movimentação intensa está agitando os bastidores. O pedido dos clubes gaúchos para a paralisação do Brasileirão ganhou força após uma reunião estratégica da Liga Forte União (LFU). O resultado? A possibilidade real de vermos uma pausa no campeonato. A expectativa é que a resposta da CBF sobre essa questão seja revelada ainda essa semana.

Na mesa de negociações, os 11 clubes da Série A que compõem o bloco da LFU decidiram apoiar a interrupção do campeonato por duas rodadas. Uma posição que surpreendeu até mesmo aqueles que inicialmente eram contrários à ideia. Entre eles, o Atlético-GO, que havia se manifestado publicamente a favor da continuidade dos jogos.

Leia mais:

Dirigente do Grêmio solta o verbo contra CBF e insiste em posição adotada pelo clube

Algoz do Grêmio se classifica para o Super Mundial de Clubes 2025. Veja!

O que fez a balança pender para o lado da paralisação?

Segundo fontes apuradas por GZH, os argumentos apresentados pelos clubes gaúchos foram determinantes. Internacional, Grêmio e Juventude expuseram as dificuldades humanitárias e estruturais enfrentadas no Rio Grande do Sul devido às recentes enchentes. Diante desse cenário, a proposta de suspensão por duas rodadas, com retorno marcado para o dia 1º de junho, ganhou força.

Uma solução que não só contempla a recuperação dos jogos adiados, mas também abre espaço para a realização das partidas da dupla Gre-Nal nas competições continentais. Com Grêmio e Internacional marcando presença na Libertadores e na Sul-Americana, a pausa no Brasileirão coincide com a data FIFA de junho, facilitando o ajuste do calendário.

O apoio de outros três clubes que integram o bloco Libra – Atlético-MG, Bragantino e Corinthians – reforça a pressão pela paralisação. Com tantos times a favor, dirigentes especulam que a CBF possa acelerar uma posição oficial. E a expectativa é alta: alguns acreditam que o presidente Ednaldo Rodrigues possa se pronunciar ainda hoje, mesmo estando na Tailândia para uma reunião da FIFA.

Enquanto a CBF pondera a situação, os clubes da LFU já vislumbram a pausa a partir da próxima rodada do Brasileirão, agendada para o final de semana (18 e 19 de maio). Enquanto isso, a entidade máxima do futebol brasileiro planeja discutir o assunto apenas na reunião do Conselho Técnico, marcada para o dia 27 de maio.

 

Imagem destaque: Lucas Figueiredo/CBF

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo