Conselho Deliberativo vota hoje sobre a reeleição de Romildo Bolzan Jr

Falta muito pouco para que um passo importante seja dado no Grêmio em relação à reeleição de Romildo Bolzan Jr. Na noite desta terça-feira (26), o Conselho deliberativo deverá votar e permitir que o mandatário tricolor tente seu terceiro mandato à frente do Grêmio. Para que isso ocorra, uma regra será inclusa no artigo 82 do estatuto e isso permitirá que a Reeleição de Romildo Bolzan Jr seja aceita. A reunião para a votação começa a partir das 21h.

Se tudo der certo, será algo inédito no Grêmio e considerado um caso de exceção, pois nunca ocorreu nada parecido. Isso tudo se deve à união dos grupos políticos do Grêmio em prol de um bem maior, sucesso do Grêmio. Romildo está à frente do Grêmio desde 2015, quando foi indicado pelo eterno Fábio Koff. Desde então, o mandatário tricolor deixou as contas em dia, e empilhou títulos, colocando o Grêmio novamente entre os principais clubes do país e da América.

É provável que você também goste:

Grêmio inaugura a estátua de Renato Portaluppi na Arena

Romildo deverá ter novo mandato no Grêmio, afirma conselho

Texto da regra inclusa para a reeleição de Romildo será claro

“Fica assegurada à atual composição do Conselho de Administração do Grêmio (gestão 2017-2019) o direito de concorrer à reeleição para um mandato de três anos”.

Devemos esclarecer que está será considerada a primeira tentativa de reeleição de Romildo de alguém que está finalizando uma gestão de 3 anos. Se fosse uma segunda tentativa, provavelmente seria vetada pelo Profut.

O Conselho Deliberativo do Grêmio é unânime em favor da reeleição de Romildo Bolzan Jr. Algo também inédito, pois estão no conselho 16 ex-presidentes do clube e do Conselho Deliberativo. Além disso, são 16 movimentos políticos do Grêmio.

Romildo Bolzan deverá ficar à frente do Grêmio por mais três anos.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.