JogadoresÚltimas Notícias do Grêmio

O cronograma de recuperação da lesão de Diego Costa

Jogador se empenha na recuperação de lesão muscular com apoio do departamento médico do clube

Diego Costa - Grêmio
Imagem: reprodução redes sociais

Diego Costa em recuperação: A jornada do atacante fora dos gramados

Fora dos gramados desde o empate por 1×1 com o Estudiantes, no dia 8 de junho, Diego Costa está seguindo um rigoroso cronograma de recuperação. Diagnosticado com uma lesão grau 3 no músculo adutor longo da coxa esquerda, o atacante do Grêmio tem um período estimado de 60 dias para retornar às atividades. No entanto, a combinação da idade e do histórico físico do jogador levanta preocupações sobre um possível prolongamento desse prazo.

leia mais

O detalhe que falta para o Grêmio voltar a jogar na Arena

Grêmio define características dos centroavantes que devem ser contratados

Jogador não está no Brasil

Liberado pelo técnico Renato Portaluppi e pela direção do Grêmio, Diego Costa viajou a Madri, onde sua família reside. Essa mudança temporária visa proporcionar um ambiente familiar e confortável para o jogador, enquanto ele se recupera. Desde então, ele mantém contato constante com os profissionais do Departamento Médico do clube, assegurando que o cronograma de recuperação seja seguido à risca.

Além disso, Diego Costa conta com o suporte de profissionais de confiança, que o acompanham nas atividades diárias. Recentemente, o jogador movimentou as redes sociais ao compartilhar imagens de sua academia particular em casa, onde realiza exercícios específicos para a recuperação da lesão. Essa proximidade com os familiares e a infraestrutura adequada são elementos-chave para acelerar seu retorno aos gramados.

Diego Costa Grêmio
Imagem: Reprodução redes socias

A expectativa é que Diego Costa retorne a Porto Alegre apenas no meio de julho, já em uma fase mais avançada de sua recuperação. Até lá, o foco do atleta é total na reabilitação, com sessões intensivas de fisioterapia e exercícios direcionados para fortalecer a musculatura e evitar novas lesões.

 

Imagem destaque: Rodrigo Fatturi/Grêmio

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo