Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Documento oficial da FIFA reconhece o Grêmio como campeão mundial

Tricolor fez 2 a 1 no Hamburgo e chegou ao nível mais alto do planeta bola

0

- Publicidade -

O Grêmio é campeão mundial de 1983. E quem reconhece o mérito é a FIFA, por meio do documento FIFA Club World Cup Qatar 2019™, que possui um espaço destinado a todas as equipes que foram consideradas as melhores do planeta desde a década de 1960. Aliás, é o sentimento que os gremistas possuem desde que Renato Portaluppi marcou os gols contra o Hamburgo.

Acontece que a entidade máxima do futebol parece ter medo de tomar um posicionamento oficial quanto as equipes campeãs entre 1960 e 2004. Em outubro de 2017 a Fifa deu o primeiro passo e desde então começou a dar mais valor para estas equipes. Ainda assim, continuaram sendo colocados um degrau abaixo do atual Mundial de Clubes.

Foram realizadas 43 edições do antigo Mundial de Clubes, sendo que em 1975 e em 1978 a competição não foi disputada. Além disso, houve anos em que o vencedor da Liga dos Campeões decidiu não participar e abriu oportunidade para o vice. O documento tratando sobre as estatísticas de todos esses torneios ajuda a reforçar essa posição.

- Publicidade -

Anos sem o devido reconhecimento

Além do Grêmio, equipes como Flamengo, Santos e São Paulo também venceram o torneio em seu antigo formato, que reunia somente o campeão da Libertadores e o ganhador da Copa dos Campeões, atual Liga dos Campeões. Por mais que a Fifa não reconhecesse o torneio, as equipes sempre foram tratadas como campeãs mundiais.

E esse era o verdadeiro sentimento entre os torcedores do Imortal: “o Grêmio é campeão do mundo”. Além disso, os jornais e a imprensa da época sempre tratou estas equipes como as melhores do planeta em seus respectivos anos de conquistas. Entre 1995 e 1997, CBF e SBT organizaram um torneio que reunia esses times.

- Publicidade -

Em 2017 o pedido foi uma solicitação da Conmebol, abrindo a chance de um torneio nos mesmos moldes voltar a acontecer. Ainda mais agora que a entidade máxima do futebol pretender criar um torneio a ser disputado a cada 4 anos. Que aliás, deveria ter começado em 2021, mas foi adiado devido a pandemia.

A Fifa já reconhece o Grêmio como campeão mundial, assim como essas outras equipes brasileiras que ganharam a competição. Mesmo assim, muitos torcedores que não possuem conhecimento sobre o assunto seguem a desdenhar da conquista tricolor. Contudo, agora os gremistas possuem embasamento, além do sentimento.

É provável que você também goste:

Red Bull Bragantino rejeita a proposta do Grêmio pelo volante Raul

- Publicidade -

Grêmio pode ter grandes reforços da base para o Gauchão 2021

FIFA reconhece o Grêmio como campeão mundial

O Imortal é citado na última página do documento, aparecendo como campeão da Toyota Cup Japan, torneio que foi disputado entre 1980 e 2004. Neste caso, os vencedores da Copa Libertadores e da Champions League viajavam até o Japão e faziam um duelo único para definir o melhor time do mundo.

O Grêmio deu sequência a uma série de títulos da América do Sul na competição, que havia começado com o Boca Juniors em 1978 e que seria terminada apenas em 1984, quando o Independiente levou o sétimo caneco seguido do continente. Além disso, o tricolor jogou novamente em 1995, quando perdeu para o Ajax.

Alguns dizem que a competição não tem o peso de mundial porque contava apenas com times de dois continentes. Isso é verdade, mas não é viável citar que África, Ásia, Oceania e até mesmo as equipes da Concacaf apresentavam nível semelhante aos europeus e sul-americanos.

O título do Grêmio de campeão mundial em 1983 foi conquistado sobre o Hamburgo, da Alemanha. A equipe havia vencido a Juventus por 1 a 0 na final, em uma época completamente diferente do que acontece hoje, onde havia competitividade nas disputas entre os dois continentes. O triunfo mostrava que o tricolor gaúcho era realmente o melhor time do mundo na época.

Renato Portaluppi fez 1 a 0 aos 37 minutos e Schröder empatou aos 40 do segundo tempo. Logo no começo da prorrogação o ídolo gremista marcou de novo e garantiu a taça. Dizer que o Grêmio não foi campeão do mundo naquele jogo é menosprezar o mérito de De León, Mazarópi, Márcio Sérgio, Tarciso e companhia.

Outras versões do Mundial da Fifa

Em 2000 a Fifa organizou o seu primeiro Mundial de Clubes, uma competição realizada no Rio de Janeiro e em São Paulo, que teve a participação de Corinthians, Vasco, Real Madrid e Manchester United, além de outros quatro times. O campeão foi o Corinthians, em decisão contra o Vasco.

Só que a experiência não foi muito boa para a entidade organizadora, que por falta de patrocinadores adiou a edição de 2001 para 2003. Ainda assim, o torneio acabou cancelado e voltou apenas em 2005, com o formato atual. Portanto, desde 2005 a competição é jogada com um representante de cada continente e mais um time do país sede.

O Palmeiras é outro time que segue dizendo que é campeão mundial e busca o reconhecimento. Os torcedores do alviverde alegam que a Fifa já emitiu pelo menos dois comunicados mostrando que a conquista de 1951 teve nível mundial. Contudo, no documento de 2019 o Palmeiras só é citado em sua participação na Toyota Cup Japan 1999, que perdeu para o Manchester United.

Essa edição extraordinária em 2000 fez com que o ano tivesse duas equipes campeãs: Corinthians e Boca Juniors. Os argentinos derrotaram o Real Madrid e atualmente são considerados tricampeões mundiais. Aliás, na Argentina nunca houve dúvida de que os vencedores desse torneio eram sim campeões mundiais.

O Grêmio é campeão do mundo?

Sim, torcedor gremista. Se você é daqueles que por anos ouviu os adversários dizendo que a equipe tinha apenas intercontinental, agora pode rebater esse equívoco. Além disso, por mais que a competição não fosse organizada pela Fifa, a entidade fornecia suporte para a disputa, com os árbitros, por exemplo.

Mesmo com a decisão de 2017, a federação voltou a causar polêmica em 2018, dizendo que o “único sul-americano bicampeão era o Corinthians”. Mas, o documento de 2019 veio para quebrar essa ideia e comprovar de vez que Grêmio, Flamengo, São Paulo e Santos são verdadeiramente campeões do mundo.

A frase “rumo a Tóquio” se popularizou durante as décadas de 1980 e 1990, mostrando o desejo que havia nas equipes do continente em enfrentar o campeão europeu. Aliás, já na década de 2000 a sede foi mudada para Yokohama e o moderno estádio que foi sede da final da Copa do Mundo de 2002.

Enfim, gostou do artigo?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: Reprodução/Globo Esporte

Comentários do Facebook

- Publicidade -