Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Felipão entra na justiça e cobra valores atrasados do Cruzeiro

Técnico é mais um a processar o time mineiro

- Publicidade -

A situação do Cruzeiro é lastimável, a equipe não consegue vencer e está afundada na Série B. Se dentro de campo as coisas vão mal, fora do gramado a situação também não é nada boa. E o time está sendo cobrado pelo técnico Felipão, que passou pelo clube em 2020.

- Publicidade -

Luiz Felipe Scolari dirigiu a equipe entre outubro e janeiro, tempo suficiente para acabar com o risco de rebaixamento para a terceira divisão, algo que até hoje aconteceu somente com o Fluminense, considerando os tradicionais “12 grandes”.

Felipão estava com os salários atrasados na Raposa, e fez um acordo com a direção do clube mineiro para ser liberado antes do fim do contrato. Havia uma multa de R$ 10 milhões, que deixou de existir devido ao acordo, já que a saída foi um pedido de Scolari.

Felipão cobra o Cruzeiro na Justiça

O contrato do treinador gremista com o time de Minas Gerais iria até o fim de 2022. Em 21 partidas pelo Cruzeiro, venceu nove vezes, empatou oito e perdeu quatro. Assumiu o clube em 19º lugar e terminou na 11ª colocação.

- Publicidade -

Aliás, o Cruzeiro vive situação parecida, está com 13 pontos após 15 jogos e vem na 18ª posição, na zona de rebaixamento. A equipe acabou de contratar Vanderlei Luxemburgo, que chegou fazendo uma exigência: ter os salários pagos em dia.

Assim que deixou a equipe mineira, Felipão ficou sem clube até ser contratado pelo Grêmio, em julho de 2021. Seu contrato vai até o fim de 2022, ele classificou a equipe para as quartas de finais da Copa do Brasil e tenta livrar o time do rebaixamento.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

- Publicidade -

Imagem: Alexandre Schneider/Getty Images

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.