Últimas Notícias do GrêmioJogadores

Entenda de uma vez por todas a TRETA financeira entre Bitello, Cascavel e Grêmio

Grêmio Bitello DInheiro
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Cascavel pede bloqueio de premiação do Grêmio pelo Bitello

O Cascavel está buscando receber os R$ 15 milhões referentes à venda do meia Bitello ao Dínamo Moscou. O clube paranaense detém 30% dos direitos do jogador de 23 anos e entrou com uma medida liminar na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para bloquear os R$ 45,4 milhões que o Grêmio receberá como vice-campeão do Campeonato Brasileiro.

Leia mais:

Troca por Ferreira? Grêmio demonstra interesse em zagueiro do São Paulo

Zagueiro do futebol argentino é oferecido ao Grêmio; saiba quem

Vale ressaltar que a premiação não provém da CBF, mas sim da cota de direitos de transmissão dividida entre os clubes. O jogador, criado pelo Cascavel, foi vendido pelo Tricolor Gaúcho ao Dínamo Moscou em setembro deste ano por 10 milhões de euros (cerca de R$ 52 milhões na época), e 30% desse montante deveriam ser destinados ao clube paranaense.

Após a venda, o Cascavel notificou os gremistas para ter acesso aos documentos da transferência, mas não obteve resposta. Com o Grêmio já tendo recebido parte do valor da negociação, o clube paranaense entrou com a liminar na CNRD e uma ação de cobrança. O relator da CNRD determinou que o Imortal se manifeste sobre a liminar até o dia 15 deste mês.

Bitello, destaque nas categorias de base do Cascavel e com grande passagem por Porto Alegre, assinou com o Dínamo Moscou até 2028 após 93 jogos e 19 gols pelo time principal do Grêmio. O clube gaúcho afirmou que avaliará os termos do pedido e se manifestará no prazo determinado.

Imagem destaque: Lucas Uebel / Grêmio

Fabíola Thiele

Repórter, comentarista, redatora e gremista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo