Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Grêmio de Felipão tem sérias dificuldades ao enfrentar times que abrem mão da posse de bola

Grêmio teve menos posse de bola nos últimos jogos

- Publicidade -

O Grêmio começou a temporada com Renato Portaluppi com contrato renovado, promessas de grandes reforços e perspectivas de briga pelo titulo do Campeonato Brasileiro. Contudo, as coisas foram dando errado, a exemplo dura eliminação na Libertadores da América, resultando com a saída do técnico Renato.

- Publicidade -

Renato Portaluppi não era apenas um treinador, mas sim o grande nome responsável por todo o funcionamento do departamento de futebol. A prova disso, é que um dos motivos alegados pelos dirigentes, que justificava a sua saída do grêmio, era o seu poder dentro do clube, sendo um nome com influencia em todas as áreas. Renato saiu e tudo desmoronou.

Os atletas jogaram por várias temporadas com um estilo de jogo de posse de bola, entrosamento e variação tática, buscando chegar ao gol com toque de bola. Forte defensivamente e com um meio de campo de muita qualidade técnica, o Grêmio de Renato Portaluppi era apontado durante várias temporadas como o time com o futebol mais bonito do país.

Fim do ciclo Renato, início de Felipão

- Publicidade -

As coisas mudaram completamente quando os dirigentes do grêmio optaram por contratar Felipão. O treinador multicampeão tem um estilo de jogo muito diferente do que o Grêmio jogava nos últimos anos, sendo o futebol mais objetivo, onde ele busca chegar ao gol adversário com menos toque de bola possível.

Um problema desse estilo de futebol é que o Grêmio tem mais dificuldades para chegar ao gol adversário quando o time está recuado, esperando as ações do Tricolor. No jogo contra o Sport, por exemplo, o time teve 65% de posse de bola e 46 cruzamentos na área, demonstrando uma séria dificuldades contra times que dão a bola para o Grêmio. O mesmo aconteceu no empate com o Cuiabá, onde o Grêmio teve 62% e o rival 38%.

A próxima rodada promete ser miais um grande desafio para o Grêmio. O Santos é treinado por Fábio Carille, um dos treinadores mais retranqueiros da competição. Também pressionado, certamente o Santos deve deixar o Grêmio com a bola.

Enfim, gostou da notícia?

- Publicidade -

Então, se inscreva no YouTube e nos siga em nossas redes sociais como o TikTok, Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.