Últimas Notícias do GrêmioCampeonato

Operação La Paz: Grêmio define time que irá para a Bolívia na estreia da Libertadores

Renato terá duas partidas decisivas pela frente

Grêmio Libertadores 2024
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Grêmio com dois desafios pela frente

Enquanto o foco do Tricolor se mantém na final do Gauchão contra o Juventude, uma estratégia meticulosa já está em curso nos bastidores: a “operação La Paz”. Com a estreia na Copa Libertadores marcada para a próxima terça-feira (2) contra o The Strongest, o clube gaúcho está adotando uma série de precauções logísticas.

O técnico Renato Portaluppi planeja inicialmente a utilização de um time misto na Bolívia, mas isso está sujeito ao desfecho do jogo de ida da final do Gauchão contra o Juventude, neste sábado (30). Dependendo do resultado em Caxias do Sul, o Grêmio poderá optar por uma equipe “mais titular” ou “mais reserva” em La Paz. No entanto, como a decisão do Estadual ocorrerá no sábado seguinte (6), parte dos titulares deve permanecer em Porto Alegre durante a semana.

A preparação com a altitude

A preocupação com a altitude de La Paz, situada a 3,6 mil metros acima do nível do mar, é evidente. Isso aumenta significativamente o desgaste dos jogadores devido à baixa pressão atmosférica. Por isso, apenas os titulares em melhores condições físicas devem viajar. A delegação partirá em voo fretado na segunda-feira (1º), inicialmente para Santa Cruz de la Sierra, a apenas 400 metros acima do nível do mar, onde os atletas passarão a noite. A chegada a La Paz está programada para terça-feira (2), às 17h35min (horário de Brasília), aproximadamente 3 horas e meia antes do início do jogo.

Com o intuito de minimizar os efeitos da altitude, o Grêmio não se hospedará em hotel na capital boliviana. A equipe seguirá diretamente do Aeroporto Internacional El Alto para o Estádio Hernando Siles, um percurso de 16 quilômetros que leva cerca de 35 minutos. Essa medida, orientada pela equipe de fisiologia, visa reduzir ao máximo o tempo de exposição à altitude elevada.

Adicionalmente, visando evitar contratempos, o Imortal optou por contratar a companhia aérea boliviana Boliviana de Aviación para operar os voos. A experiência da empresa nos aeroportos de Santa Cruz de la Sierra e La Paz é vista como crucial para garantir a pontualidade e a eficácia dos deslocamentos.

Apesar de todos os cuidados, a partida contra o The Strongest é encarada pelo Grêmio como um desafio de alto grau de dificuldade, dadas as condições extremas da altitude. Em qualquer cenário, um empate seria considerado um resultado positivo para o Tricolor.

 

Imagem destaque: Lucas Uebel/Grêmio

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo