Ferreira dá sua versão

Apesar da pausa no futebol, os bastidores dos clubes continuam a todo vapor e no Grêmio não é diferente. O tricolor gaúcho ainda tem algumas questões internas para resolver. O caso do atacante Ferreira é uma delas. Após não aceitar a proposta de renovação com o clube, Ferreira entrou na justiça para tentar a rescisão de contrato. Até o momento nenhum acerto foi feito entre as partes e o Grêmio deve manter Ferreira no time de transição.

É provável que você também goste:

Lista de jogadores do elenco atual com maior número de jogos pelo Grêmio

Atacante Everton volta a interessar clube da Europa

Sem acerto, Grêmio deve manter Ferreira no time de transição

O empresário de Ferreira, Pablo Bueno, culpa a direção do Grêmio pela falta de acerto:

”Deve seguir na transição”. Revelou Bueno em entrevista ao site GaúchaZH.

O contrato do atacante de 22 anos encerra em junho de 2021. A direção do Grêmio pretendia renovar o contrato do jogador antecipadamente e assim, procurou seu agente. Como o acordo não foi feito, Ferreira acabou afastado e ainda foi retirado da lista de inscritos da Libertadores 2020. Desde então, o jogador treina com o time de transição.

A direção do Grêmio preferiu não comentar sobre o assunto e segundo o vice-presidente do clube, Paulo Luiz, o assunto está sendo tratado internamente com o departamento jurídico.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Deixe um comentário