Últimas Notícias do Grêmio

Guerra não atende rádio de Porto Alegre e torcida do Grêmio comemora

De volta à Série A do Campeonato Brasileiro, o Grêmio escolheu no último mês de novembro o seu novo presidente. Ex-vice de futebol do clube gaúcho, Alberto Guerra foi eleito para o cargo de mandatário tricolor para o triênio 2023/2025, buscando devolver o clube gaúcho ao caminho dos títulos.

Para isso, o dirigente resolveu contar com a presença de Renato Portaluppi na casamata gremista. Junto do vice de futebol Paulo Caleffi e do diretor Antônio Brum, a nova gestão e comissão técnica gremista realizaram 10 contrações até agora, mudando consideravelmente a fotografia do elenco.

Agradando a torcida gremista, o presidente Alberto Guerra também caiu nas graças dos tricolores ao parar de dar entrevista à Rádio Bandeirantes/RS. De acordo com uma das produtoras da emissora, o mandatário do clube gaúcho fez questão de não lhe atender, principalmente ao saber de que se tratava de uma profissional da Band.

Segundo bastidores, isto se deve em razão das recentes críticas emitidas por jornalistas integrantes do programa O Donos da Bola, que frequentemente atacam o Tricolor exageram nas cobranças.

Alberto Guerra foi eleito presidente do Grêmio no ano passado

Tendo comandado o futebol do Imortal especialmente em 2010 e 2016, quando foi responsável por contratar nomes renomados como Renato Portaluppi, Edilson e Kannemann, Guerra tem em seu Conselho de Administração dirigentes oriundos dos 11 movimentos gremistas que apoiaram a candidatura do novo mandatário tricolor.

Nesse sentindo, o Conselho de Administração gremista é formado pelo próprio Alberto Guerra, além de Gustavo Bolognesi, Luciano Feldens, Eduardo Magrisso, Fábio Floriani, Geraldo Barbosa Correa e José Carlos Corrêa Duarte. Entre os nomes, estão presentes empresários, advogados, magistrados e até um médico.

Ademais, o mandatário ainda conta com uma equipe de investidores que estão agindo nos bastidores para viabilizar algumas contratações, como as do volante uruguaio Carballo, do Nacional, a do argentino Cristaldo, do Huracan, e a da estrela internacional Luis Suárez, que estava sem clube.

Daniel Vidal

Gremista jornalista formado no Olímpico Monumental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo