Últimas Notícias do GrêmioCampeonatoHistóriaJogadores

Há 11 anos, Grêmio ganhava do Flamengo e dava resposta a Ronaldinho

Apesar de ruim, o ano de 2011 reservou um momento de extrema euforia para os gremistas. Ainda revoltados por conta da escolha de Ronaldinho Gaúcho em jogar no Flamengo no início daquela temporada, os torcedores tricolores tiveram a chance de reencontrar o então meia há exatos 11 anos, no dia 30 de outubro de 2011, em jogo válido pela 32ª rodada do Brasileirão.

Após um começo de Campeonato Brasileiro decepcionante, o Grêmio precisou fazer uma campanha de recuperação sob o comando do técnico Celso Roth, passando a conquistar muitas vitórias em Porto Alegre. Certamente a mais especial delas foi contra o clube carioca, em um Estádio Olímpico Monumental completamente lotado, com muitos protestos contra Ronaldinho. Na ocasião, o Imortal não tomou conhecimento do Rubro-Negro e realizou uma virada épica de 4 a 2, com gols de André Lima (2), Douglas e Miralles.

Sob muitas vais, Ronaldinho deixou o gramado derrotado e muito xingado pelos torcedores gremistas, que comemoraram entusiasmadamente a grande resposta que o Tricolor havia dado em campo.

Relação de Ronaldinho com o Grêmio sempre foi conturbada

Revelado pelo Grêmio, Ronaldinho poderia ter voltado ao clube gaúcho no início de 2011, visando a Copa do Mundo de 2014. Após muitas semanas de negociação com o Imortal, o ex-atleta pegou todos de surpresa e acabou anunciando a sua ida ao Flamengo, deixando todos os gremistas revoltados com a decisão.

Vale ressaltar que, apesar do interesse por parte do Tricolor, a sua saída do Grêmio no início dos anos 2000 já havia sido conturbada, com o ex-jogador decidindo rumar ao PSG, da França, sem indenizar o clube que o havia revelado ao mundo do futebol. Diante de todas essas confusões, Ronaldinho passou a ser visto como um traidor pela torcida gremista, que apagou todas as memórias da sua passagem pelo Imortal.

Daniel Vidal

Gremista jornalista formado no Olímpico Monumental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo