Últimas Notícias do GrêmioHistória

Há 18 anos, Grêmio arrancava importante empate para voltar à Série A

Iniciando 2005 tendo que disputar a Série B do Campeonato Brasileiro, o Grêmio esteve perto de declarar falência. Sem jogadores para começar a temporada, o elenco precisou ser formado através de muita criatividade e negócios de ocasião. Presidido por Paulo Odone, o Tricolor iniciou 2005 enfrentando muitas dificuldades financeiras e técnicas, tendo que demitir o treinador uruguaio Hugo de León após os maus resultados. Para o seu lugar, o Grêmio trouxe Mano Menezes, que dirigiu a equipe em toda a Segunda Divisão. Na primeira fase, o clube gaúcho demorou para engrenar, especialmente no início da competição. Com a chegada de jogadores como Sandro Goiano, Alessandro, Marcelo Costa, Ricardinho, Marcel, Pereira, Domingos, Escalona e Lipatín, o Imortal finalmente conseguiu engrenar no campeonato, terminando a etapa inicial na quarta posição, com 35 pontos em 21 jogos. Um dos jogos fundamentais para isso ocorreu há exatos 18 anos, no dia 21 de maio de 2005, contra o Guarani, em Campinas. Com dificuldades nas primeiras rodadas, o Grêmio estava rondando o Z4 da competição e precisava interromper uma sequência de derrotas. Leia mais: Como assistir AO VIVO o GreNal 439 pelo Brasileirão 2023 Vidente bate o martelo e define resultado do GreNal 439 Ainda se ambientando ao grupo de jogadores, o técnico Mano Menezes apostou no centroavante Samuel para tirar um empate no último lance do jogo no Estádio Brinco de Ouro. Com um golaço de fora da área, o jogador anotou o gol gremista no importante 1 a 1 conquistado fora de casa.

Grêmio acabou o torneio como o grande campeão

Avançando para a terceira fase da Série B 2005 junto de Santa Cruz, Náutico e Portuguesa, o Imortal decidiu o acesso à Série A na famosa Batalha dos Aflitos, no Recife, no último jogo de um quadrangular final em que os dois primeiros colocados alcançariam o maior objetivo do campeonato. Com apenas sete homens em campo, o clube gaúcho acabou ganhando a partida do Náutico no último jogo da competição, sendo campeão na casa adversário, após se safar de duas penalidades e todas as outras adversidades.

Daniel Vidal

Gremista jornalista formado no Olímpico Monumental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo