Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Há uma década o Grêmio não tinha três técnicos em apenas uma temporada

Retorno de Scolari simboliza algo que não acontecia há algum tempo

- Publicidade -

Há uma década o Grêmio não tinha três técnicos em uma temporada, agora, com o retorno de Felipão, isso voltará a acontecer.

- Publicidade -

Passando por um longo período em que Renato Portaluppi foi o comandante da equipe tricolor, o clube gaúcho se diferenciou de outros times brasileiros, sem apresentar mudanças frequentes de técnicos.

Há uma década o Grêmio não tinha três técnicos em uma temporada

Já fazia uma década que o Grêmio não tinha três técnicos em uma temporada. A última vez que isto ocorreu foi em 2011, quando o tricolor foi comandado Renato Portaluppi, Julinho Camargo e Celso Roth no mesmo ano.

Desde então, o Imortal nunca mais passou por uma temporada com tantas trocas no carco de treinador. Ainda em 2011, outro número também se estabeleceu negativamente, quando Julinho Camargo foi o treinador com menos tempo de comando na história gremista, ficando apenas 33 dias na função. Neste ano, Tiago Nunes passou brevemente pelo Tricolor, porém chegou a ficar 74 dias no cargo.

- Publicidade -

Agora, com a diretoria mantendo a convicção de apostar em treinadores gaúchos, Luiz Felipe Scolari retornou ao Grêmio, fazendo com que o time volte a ser comandado por três treinadores diferentes em uma única temporada. Esta será a quarta passagem de Felipão pelo Grêmio, seu clube do coração.

Felipão iniciou o mandato de Romildo

Felipão Grêmio

Luiz Felipe Scolari, ídolo do clube, era o treinador do Grêmio quando Romildo Bolzan Jr assumiu o cargo de presidente, em 2015. Na época, Felipão havia sido contratado por Fabio Koff, na temporada anterior.

- Publicidade -

Após a saída de Felipão, que ocorreu pouco tempo depois de Romildo assumir, o Grêmio veio a ter como treinadores três gaúchos, sendo eles Roger Machado, Renato Portaluppi e Tiago Nunes. O retorno de Scolari mostra que a diretoria gremista segue mostrando convicção em contratar treinadores do sul.

Com o contrato de Felipão sendo assinado até 2022, o treinador, que iniciou o mandato de Romildo Bolzan, fechará também a era do presidente gremista.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

- Publicidade -

Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

- Publicidade -

Comentários
Carregando...