Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

História tricolor: Os maiores ídolos do Grêmio

0

- Publicidade -

Um grande clube não vive de apenas números, lucros, seria incompatível com o propósito de torcer. Um grande clube precisa da história, do equilíbrio entre o momento ruim e o momento bom. No 15 de setembro de 1903, o Grêmio deu o primeiro passo na construção de uma história rica em glórias, rivalidades, e sobretudo em paixão pelo esporte. Durante décadas, em momentos distintos de um país em constante evolução, o tricolor de Porto Alegre conquistou o seu espaço com a ajuda de figuras eternas, ídolos marcados na memória de uma torcida apaixonada e que entende a grandeza do que é ser gremista.

Conquistas do Grêmio neste século: A trajetória nos últimos 21 anos

- Publicidade -

Maiores ídolos do Grêmio

• Renato Portaluppi

Renato Portaluppi
Imagem: gremio.net

Considerado o maior ídolo da história do clube, Renato reforçou a posição com feitos no comando técnico e como jogador do Grêmio. Dos pés de Renato saíram os dois gols da vitória contra o Hamburgo, na final da Copa Intercontinental de 1983. Como treinador, fez parte do recente sucesso da equipe, conquistando títulos como a Copa Libertadores da América e Copa do Brasil. A representatividade que Renato tem para o Grêmio segue sendo algo que transcende no torcedor. O ídolo gremista foi homenageado com uma estátua no entorno da Arena do Grêmio.

• Felipão

Felipão
Imagem: Marcello Zambrana / AGIF

Nos anos 90, a equipe do Grêmio despontou como uma das mais vitoriosas da década. Comandado por Luiz Felipe Scolari, o elenco gremista conquistou torneios equilibrados como a Copa Libertadores da América de 1995 e o Campeonato Brasileiro de 1996. O treinador gaúcho é assumidamente torcedor do clube, sempre recebido com carinho pela torcida nas diversas passagens pelo comando técnico tricolor. A partir dos triunfos no Grêmio, Felipão passou por grandes equipes e foi pentacampeão com a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2002.

• Geromel

- Publicidade -

Geromel
Imagem: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O zagueiro Pedro Geromel desembarcou na capital gaúcha em 2014 para assinar um contrato de empréstimo com o tricolor. Rapidamente, o jogador foi conquistando espaço no elenco e caindo nas graças da torcida. Geromel foi um dos líderes do vestiário gremista nas conquistas recentes do clube como a Copa do Brasil de 2016 e a Copa Libertadores da América de 2017. Com atuações sempre muito regulares, o zagueiro foi o primeiro jogador a conquistar quatro vezes seguidas o prêmio Bola de Prata da Revista Placar. Em 2018, o técnico Tite convocou o zagueiro do Grêmio para a disputa da Copa do Mundo da Rússia.

• Hugo de León

Hugo De León
Imagem: jovempan.com.br

Uma das figuras que melhor retratam o torcedor gremista. O motivo da relação entre Hugo de León e a imagem do torcedor do Grêmio se deve a um episódio fatídico na Copa Libertadores da América de 1983, quando o então zagueiro e capitão tricolor De León acidentalmente deixa cair sobre a sua cabeça, a taça conquistada do torneio sul-americano, fazendo descer o sangue sobre o seu rosto. Essa imagem correu o mundo em azul, preto e branco, representando o espírito aguerrido da equipe gaúcha. 

• Paulo Nunes

Paulo Nunes
Imagem: ge.globo.com

- Publicidade -

Detentor de artilharias em campeonatos disputados com o Grêmio, Paulo Nunes foi um dos maiores atacantes da década de 90. Pelo tricolor, o jogador atuou em 197 partidas e marcou 69 gols entre os anos de 1995 e 1997. Formou dupla de ataque histórica ao lado de Jardel, e o resultado positivo ajudou nas conquistas da Copa Libertadores da América de 1995 e Recopa Sul-Americana de 1996. Paulo Nunes foi campeão da Copa América de 1997 com a seleção brasileira.

• Maicon

Maicon
Imagem: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O volante Maicon é um dos ídolos recentes do tricolor. Foi capitão do pentacampeonato da Copa do Brasil em 2016 com o Grêmio, encerrando um jejum de quinze anos sem títulos de expressão. Chegou ao elenco gremista em 2015, depois de uma passagem de altos e baixos na equipe do São Paulo. O jogador fez parte da reformulação do elenco gremista que viria a conquistar títulos importantes, assim como também reforçou um novo estilo de jogo que virou marca registrada da equipe treinada por Renato Portaluppi. Maicon foi homenageado na calçada da fama do Grêmio em 2017.

- Publicidade -

• Everaldo

Everaldo
Imagem: Divulgação

A estrela dourada na bandeira oficial do Grêmio é dedicada a Everaldo, lateral-esquerdo tricampeão da Copa do Mundo com a seleção em 1970. Ao lado de Pelé, Tostão, Rivelino e tantos outros craques, Everaldo foi peça importante na parte defensiva da equipe que derrotou a Itália na final por 4 a 1 e encantou o mundo inteiro. Surgiu nas categorias de base do Grêmio em 1957, conquistou em 1966, 1967 e 1968 o Campeonato Gaúcho com a equipe gremista.

- Publicidade -

• Roger Machado

Roger Machado
Imagem: Reprodução/Twitter

Revelado pelas categorias de base do Grêmio, Roger dedicou a maior parte de sua carreira ao tricolor. O lateral-esquerdo foi um dos destaques do Grêmio nas campanhas vitoriosas dos anos 90, acumulando títulos e atuações seguras. Roger teve passagem no comando técnico do Grêmio em 2015, participando da estruturação da equipe que mais tarde conquistaria a Copa do Brasil, em 2016. Naquela ocasião, Roger saiu do clube no momento em que aconteciam as oitavas de final da competição, Renato Portaluppi assumiu a equipe e o tricolor foi pentacampeão do torneio.

• Danrlei

- Publicidade -

Danrlei
Imagem: Valdir Friolin / Agencia RBS

Além de um grande ídolo gremista, Danrlei também é um dos mais longevos goleiros do tricolor. Atuou pelo Grêmio durante dez anos, sem contar os anos de categoria de base, rapidamente caindo nas graças da torcida com defesas importantes em clássico grenal. Assim como Paulo Nunes, Roger e Luiz Felipe Scolari, o goleiro foi multicampeão com o Grêmio nos anos 90. Danrlei deu adeus aos gramados no ano de 2009, em uma partida de despedida no Estádio Olímpico Monumental.

• Osvaldo Rolla

Oswaldo Rolla (Foguinho)
Imagem: Agência RBS

Foguinho, como era conhecido, foi um atacante e posteriormente treinador gremista. Como jogador, atuou por quatorze anos, conquistando em 1931 e 1932 o Campeonato Gaúcho. É também um dos dez maiores artilheiros da história do clube, com 126 gols marcados defendendo o tricolor. Mais tarde, nos anos 50, Foguinho retornou ao Grêmio como treinador, foi tetracampeão gaúcho com a equipe tricolor em 1956, 1957, 1958 e 1959, recuperando a hegemonia no futebol do Rio Grande do Sul.

• Luan

Luan
Imagem: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O principal jogador do Grêmio na conquista da Copa Libertadores da América de 2017 foi indiscutivelmente o meia-atacante Luan. Eleito “Rei da América” naquela edição, o jogador encantou o país na campanha do título sul-americano. Decisivo na partida final, Luan marcou o gol da vitória gremista sobre a equipe Argentina do Lanús. Teve grande contribuição na conquista da primeira medalha de ouro do Brasil no futebol dos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro em 2016. 

• Tarciso

Tarciso
Imagem: Agência RBS

Tarciso foi o atleta que mais vezes vestiu a camisa do Grêmio, 726 vezes. O ponta-direita fez parte do célebre elenco que conquistou os maiores títulos do clube no início dos anos 80, como o Campeonato Brasileiro de 1981, primeiro triunfo nacional do tricolor gaúcho. Em 1983, foi a Tóquio para disputar a Copa Intercontinental contra o Hamburgo, da Alemanha. Viu Renato marcar os dois gols da vitória e trouxe para Porto Alegre a taça da maior conquista da história do clube.

• Alcindo

Alcindo
Imagem: torcedores.com

O atacante Alcindo é o maior goleador da história do tricolor, com 230 gols. O ídolo gremista também está entre os maiores artilheiros do clássico grenal, com 12 gols. Em 1966, após se destacar em partidas pelo Grêmio, foi convocado para a disputa da Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra. Atuou na equipe gaúcha de 1963 até 1971, quando foi contratado pelo Santos para jogar ao lado do Rei Pelé.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Comentários do Facebook

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais