ídolos gremistas

Quando um jogador vira ídolo em seu clube, ele acaba criando um vínculo muito forte, não apenas com o clube, mas também com toda a torcida. O Grêmio já teve grandes ídolos em sua história, com alguns até defendendo o rival. Entretanto, o tricolor gaúcho teve aqueles jogadores que por respeito ao clube, já recusaram propostas para defender o Inter. Mais abaixo, você confere alguns ídolos gremistas que já se recusaram a jogar no Inter.

É provável que você também goste:

Para o Grêmio, futebol não deve retornar no mês de maio ainda

Renato doa toneladas de alimentos para comunidade na volta da Arena

Grêmio deve receber valores milionários dos devedores

Ídolos gremistas que já se recusaram a jogar no Inter

Lucas Barrios

O atacante argentino não chega a ser um ídolo supremo da torcida gremista, porém, Barrios foi extremamente importante na conquista da Libertadores 2017. Ele deixou o Grêmio após o Mundial de Clubes do mesmo ano. Em uma entrevista recente, Barrios revelou que já rejeitou uma proposta do Inter por ter uma forte ligação com o tricolor gaúcho:

”Sim, quando saí do Grêmio ligaram (do Inter) para o meu empresário. Mas falei para ele que sou um cara de palavra. Quando estava no Chile e saí do Colo-Colo, a Universidad de Chile também me ligou. Nunca aceitei. E tampouco aceitaria jogar no Inter, porque respeito a minha história no Grêmio. Sempre vou ser agradecido ao Grêmio por tudo que fez por mim e pelo carinho que a torcida demonstra por mim. Nunca faria doer o coração da torcida.”

ídolos gremistas
Imagem: Shutterstock/CP DC Press

Iúra

O ex-meia gremista e hoje diretor do futebol feminino do clube, esteve por um triz de jogar pelo Inter. Após uma década inteira defendendo o tricolor gaúcho, Iúra acabou indo para o Criciúma. Em 1981, sua venda para o Inter estava praticamente encaminhada, inclusive, Iúra já estava no Beira-Rio com a camisa colorada em mãos, mas o sentimento impediu que o negócio fosse concluído, como o próprio Iúra revelou:

”Quando fui assinar o contrato, o pessoal me deu a camiseta e me deu uma sensação estranha. Não tenho nada contra, mas me deu algo diferente. Era apaixonado desde criança (pelo Grêmio).”

Ele garante nunca ter se arrependido de ter rejeitado o Inter:

”Eu agradeço a Deus por não ter me permitido jogar no Inter. Nada contra a instituição ou torcedores, mas pela minha personalidade.”

Mazzaropi

Campeão mundial com o Grêmio em 1983, o goleiro virou um grande ídolo dentro do clube. Em 1990, recebeu um convite para atuar no Inter, que foi prontamente recusado. Assim, Mazzaropi acabou indo para o Coritiba, clube no qual ficou apenas 1 mês. Após uma parada de 5 meses, o goleiro recebeu um convite do Figueirense. No final de sua carreira, Mazzaropi ainda passou por outros clubes até que pendurou as luvas.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: Reprodução/Twitter

Deixe um comentário