GreNal

Inter bate o pé sobre local de GreNais e usa argumento que traz boas lembranças ao Grêmio

Duelo de gigantes gaúchos ganha contornos de disputa além do campo

Grêmio parabeniza Inter
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Inter e Grêmio seguem sem definição para o grande clássico

A rivalidade entre Internacional e Grêmio transcende as quatro linhas e agora se estende aos bastidores, com um impasse sobre o local dos aguardados GreNais do Brasileirão. Enquanto o Tricolor propõe campo neutro, o Colorado firma posição: a casa do clássico deve ser próxima a Porto Alegre.

Leia mais:

Libertadores já tem 13 classificados para às oitavas. Confira a situação do Grêmio!

CBF faz promessa para Grêmio e demais clubes gaúchos: “Espero que se sensibilizem”

Igual técnica é debatida

A divergência entre as direções ganha ainda mais fôlego com a memória fresca de um capítulo marcante na história recente do futebol gaúcho. Nos corredores do Beira-Rio, dirigentes colorados relembram a Libertadores de 2020, quando as circunstâncias do confronto com o Grêmio ficaram desequilibradas. Enquanto a Arena fervia lotada, o segundo embate, em solo colorado, ocorreu de portões fechados, devido à pandemia.

Essa lembrança não apenas resgata a discussão sobre a igualdade técnica, mas também reforça a importância do fator torcida em um clássico de tamanha magnitude. Para o Internacional, a proximidade com sua torcida é vital, não apenas em termos de apoio nas arquibancadas, mas como parte integrante da atmosfera que envolve o Gre-Nal.

Assim, enquanto o Grêmio tenta persuadir com propostas de campos neutros distantes, o Inter bate o pé, firme em seu argumento que vai além do técnico: é uma questão de tradição, de raízes, de sentir o calor da torcida nas batalhas épicas que são os GreNais.

 

Imagem destaque: Reprodução / RBS TV

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo