Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Seria viável uma liga com os principais clubes da América do Sul?

Afinal de contas, qual seria o impacto no futebol se um movimento desta natureza fosse proposto por aqui?

0

- Publicidade -

Na semana passada, a notícia de que os 12 clubes dos mais ricos da Europa iniciaram um movimento para a criação de uma Superliga sem a ingerência da UEFA e da FIFA produziu polêmica no mundo do futebol.

Com exceção do PSG da França, Bayern de Munique e Borussia Dortmund, ambos da Alemanha, os principais times do velho continente propuseram que a competição mantenha 15 clubes fixos, sem rebaixamento, com outras cinco vagas sendo ocupadas por clubes convidados, sem um critério claro definido.

- Publicidade -

Diante da diminuição das receitas em razão da pandemia gerada pela Covid-19, clubes de três países diferentes se articularam para elaborar uma competição para a obtenção de mais recursos financeiros, entre os quais Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham (Inglaterra); Milan, Inter de Milão e Juventus (Itália); e Atlético de Madri, Barcelona e Real Madrid (Espanha).

É provável que você também goste:

Confira a escalação oficial do Grêmio para enfrentar o Caxias

Como assistir Palmeiras x Grêmio pelo Brasileirão Feminino

- Publicidade -

Notas do Grêmio: Diego Souza é decisivo novamente em semifinal

Seria viável uma liga com os principais clubes da América do Sul?

A justificativa dos 12 clubes dissidentes não pegou bem entre os românticos apaixonados por futebol. Treinadores conceituados no mundo rejeitaram a fórmula que não premia o mérito esportivo, entre eles o comandante do Liverpool, Jürgen Kloop, e o comandante do Manchester City, Pep Guardiola, argumentando que isso implodiria clubes tradicionais no cenário do futebol europeu, embora não tenham o mesmo poder de investimentos.

O ex-jogador do Manchester United, Gary Neville, falou de maneira emblemática contra a criação de um campeonato elitizado como o que vem sendo arquitetado. Diante da repercussão negativa e a pressão das torcidas, os clubes ingleses acabaram recuando.

- Publicidade -

“Eu torço pelo Manchester United há 40 anos na minha vida e estou enojado. Absolutamente enojado. Estou com nojo principalmente do Manchester United e Liverpool. No Liverpool, eles dizem que “você nunca andará sozinho”, as pessoas do clube, os torcedores. Manchester United, 100 anos. Nascido de trabalhadores por aqui. E estão entrando em uma liga sem competição, da qual não podem ser rebaixados.

É uma absoluta desgraça. A motivação é a ganância. Tirem todos os pontos deles amanhã. Ponha-os na parte de baixo da liga. E tire o dinheiro deles. Sério. Você tem que pisar nisso. É um crime. É um ato criminoso contra os fãs de futebol neste país. Não se engane. Este é o maior esporte do mundo, o maior esporte deste país, é um ato criminoso contra os torcedores. Simples assim. Tirem os pontos. Tirem o dinheiro. Punam os clubes”, esbravejou o ex-Manchester United, Gary Neville.

Com seria com clubes na América do Sul?

Até o Campeonato Brasileiro de 2018, a diferenças na distribuição nas cotas de televisão entre Grêmio e Corinthians, por exemplo, girava em torno de R$90 milhões.

Com um mercado consumidor mais abrangente, as equipes de São Paulo e Rio de Janeiro recebiam valores muito acima dos outros, mesmo com menos títulos que o tricolor gaúcho. Isso mudou em 2019.

Tendo como objetivo um equilíbrio financeiro, as cotas passaram a ser distribuídas de maneira mais igualitária e com 40% entre todos os clubes que disputam o brasileirão, 30% para o número de partidas transmitidas e 30% em premiação por posição.

Certamente o Grêmio entraria entre os clubes fundadores preenchendo todos os requisitos necessários, ou seja, torcida grande, títulos relevantes, tradição e poder de investimento.

Levando em consideração o abismo financeiro entre os clubes europeus e os clubes sul-americanos, seria viável implementar uma competição ente os maiores clubes do continente sem interferência da Conmebol?… Afinal de contas, qual seria o impacto no futebol se um movimento desta natureza fosse proposto por aqui?

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Comentários do Facebook

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais

script async type='text/javascript' src='//s.clickiocdn.com/t/221287/360_light.js'>
CAMISA DO TRICOLOR GAÚCHO É ELEITA UMA DAS MAIS BONITAS DO BRASIL TENHA UMA SEXTA-FEIRA BEM INFORMADA COM ESSAS NOTÍCIAS DO GRÊMIO GURIAS DO GRÊMIO EMBARCAM PARA SÃO PAULO PARA JOGO CONTRA PALMEIRAS GRÊMIO CONTA COM AO MENOS 3 JOGADORES QUE JÁ VENCERAM O CRUZEIRO 5 MATÉRIAS DO GRÊMIO PARA INICIAR A QUINTA-FEIRA BEM INFORMADO