CampeonatoÚltimas Notícias do Grêmio

Mandatário do Atlético-GO dá declaração polêmica sobre Grêmio, Inter e Juventude

Sua manifestação foi repercutida nas redes sociais

portaldogremista.com.br mandatario do atletico go da declaracao polemica sobre gremio inter e juventude adson batista atletico go gremio
Imagem: Divulgação Atlético GO (Adson Batista, presidente do Atlético-GO)

Presidente do Atlético-GO causa polêmica com declaração sobre times gaúchos

Adson Batista, presidente do Atlético-GO, gerou controvérsias ao se posicionar sobre a possível interrupção do Brasileirão em decorrência da tragédia no Rio Grande do Sul. Em sua declaração, ele propôs que a CBF disponibilizasse a Granja Comary para Grêmio e Inter, sugerindo que o Juventude não enfrentava problemas e, portanto, poderia continuar treinando.

Acho que é uma catástrofe, algo muito sério. Então, a CBF deveria disponibilizar a Granja Comary para Grêmio e Inter. O Juventude não está tendo problema, então tem treinado. É uma catástrofe, mas penso que, em cima de um problema, não podemos criar outro. Para depois ter jogo em cima do outro igual na época da COVID. Tem soluções para continuar ajudando a resolver o problema com o campeonato em andamento.

Leia mais:

URGENTE: CBF adia mais uma vez jogos de Grêmio e Inter pelo Brasileirão

Renato Portaluppi define seu futuro após ser resgatado de enchentes no RS. Confira!

Torcedores saíram da na defesa dos times

A opinião de Adson, por ser presidente do Atlético-GO logo se espalhou pelas redes sociais, e os torcedores não pouparam as palavras. Muitos expressaram descontentamento, considerando sua fala infeliz. Alguns até ironizaram, mencionando o caso de Diego Costa, jogador que tem se destacado nos resgates das vítimas das enchentes, abrindo sua casa para acolhê-las. Um torcedor sugeriu:

“Faz o seguinte então… pede pro Diego Costa parar de ajudar nos resgates pra ir treinar na granja.”

Outros enfatizaram a importância de considerar não apenas os jogadores, mas também suas famílias e todos os profissionais envolvidos nos clubes.

“O que muita gente esquece nessa hora é que não só os jogadores que estão envolvidos num jogo. Tem as pessoas que trabalham pros clubes e não aparecem nas câmeras e não chutam bola. E essas pessoas, e seus parentes? Simplesmente deixa pra lá?”

É fundamental reconhecer a gravidade da situação no Rio Grande do Sul, onde muitas vidas foram perdidas, lares destruídos e famílias desestruturadas. Em meio a essa tragédia, é necessário sensibilidade e solidariedade, sem minimizar os impactos reais que vão além das quatro linhas do campo de futebol.

 

Imagem destaque: Reprodução/ redes sociais

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo