Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Renato foi um dos culpados pelo Grêmio ter vendido Ruan

Jogador saiu por preço baixo e o Grêmio ficou com uma pequena quantia

- Publicidade -

Renato Portaluppi foi um dos culpados pelo Grêmio ter vendido Ruan por um preço de banana ao Sassuolo. O treinador deu poucas oportunidades para ele, fazendo com que ficasse irritado e não quisesse renovar o contrato. Com o vínculo perto do fim, a direção foi obrigada a topar a proposta dos italianos.

- Publicidade -

Renato deu chance para muitos guris no Grêmio, casos de Everton, Pepê, Matheus Henrique e tantos outros. Mas, com Ruan foi diferente, ele acaba ficando atrás de Paulo Miranda e David Braz na hierarquia de zagueiros. E isso incomodava o jovem.

Primeiro a direção fez uma oferta para renovar o contrato dele, pagando R$ 70 mil por mês e o jogador não topou. O executivo de futebol era Klaus Câmara e uma nova oferta foi realizada, de R$ 100 mil. Além disso, havia uma promessa de que ele seria elevado a quarta opção do time. Mesmo assim, não deu negócio.

O Grêmio vendeu Ruan por 5 milhões de euros e ficou com 60% desse valor, sobrando nos caixas do clube 3 milhões de euros (R$ 18,6 milhões). Enquanto isso, em 2020 o Internacional vendeu Bruno Fuchs por 8 milhões de euros (51 milhões) ao CSKA Moscou, além de mais 1,5 milhão variável (R$ 9,6 milhões).

Ruan acabou vendido por preço baixo

- Publicidade -

Pelo potencial que vem mostrando já aos 22 anos, o zagueiro Ruan parece ter um grande futuro pela frente, e o Grêmio poderia ter ganhado muito mais dinheiro com ele. Entretanto, a direção ou vendia por esse preço, ou perderia o jogador de graça meses depois.

Enfim, gostou da notícia?

Então, se inscreva no YouTube e nos siga em nossas redes sociais como o TikTok, Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: Reprodução / O Tempo

- Publicidade -

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.