Últimas Notícias do GrêmioJogos

Renato Portaluppi justifica trocas no Grêmio: “Bola aérea era um perigo”

O Tricolor empatou por 2 a 2 no Centenário

Renato Portaluppi no Estádio Centenário. Grêmio,
Imagem: Lucas Uebel/ GFBPA

Renato Portaluppi mexe mal e Grêmio dorme no ponto contra o Palmeiras

O Grêmio enfrentou o Palmeiras na noite desta quinta-feira (04) no segundo jogo como mandante no Campeonato Brasileiro após retornar ao Rio Grande do Sul. No Estádio Centenário, o Tricolor Gaúcho contou com o apoio de 15.689 torcedores nas arquibancadas.

Leia mais:

Grêmio se complica e cede empate ao Palmeiras no Brasileirão

Deyverson faz postagem assistindo Grêmio x Palmeiras e agita web: “acertou?”

Após abrir o placar aos 2 minutos da primeira etapa com o argentino Cristian Pavón, o Imortal se manteve ativo na partida e ampliou o placar após retornar do intervalo. Cristaldo, em uma cobrança de pênalti, fez o 2 a 0. No entanto, após Renato mexer no time, o Tricolor tomou dois gols em três minutos com Flaco López e Estêvão.

As entradas de JP Galvão, Rodrigo Caio e Natã Felipe foram muito criticadas pelos torcedores, que viram o Palmeiras empatar após as mudanças. Com o resultado, o clube gaúcho segue na zona de rebaixamento, na 18ª posição na competição, com 11 pontos conquistados em 12 jogos.

A palavra do treinador

Após o duelo em Caxias do Sul, o técnico Renato Portaluppi falou com a imprensa e explicou as substituições.

Muita gente acha que três zagueiros vai ficar defensivo. Não, não fica defensivo. Infelizmente o Palmeiras fez dois gols na gente em dois, três minutos. Eu cansei de botar o esquema com três zagueiros e vencer os adversários. A bola aérea era um perigo para gente”, justificou o treinador.

 

Imagem destaque: GrêmioTV/ Reprodução/ YouTube

Gabriel Borba

Jornalista, pós-graduado em Jornalismo Esportivo e setorista do Grêmio (@gborba05).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo