HistóriaÚltimas Notícias do Grêmio

Renato Portaluppi iguala recorde estadual de técnicos históricos do Grêmio. Saiba qual!

Treinador do Tricolor segue batendo recordes

Renato alfineta rival do Grêmio
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Renato com Grêmio bate recorde atras de recordes

A 104ª edição do Campeonato Gaúcho não só consagrou o Grêmio com seu segundo hepta, mas também marcou um momento histórico para o técnico Renato Portaluppi. Ao liderar sua equipe à vitória sobre o Juventude, Portaluppi alcançou seu quinto título no Gauchão como treinador, todos eles conquistados com as cores do Tricolor: em 2018, 2019, 2020, 2023 e agora em 2024.

Nessa conquista, Renato igualou a marca de dois ícones do futebol gaúcho: Oswaldo Azzarini Rolla, mais conhecido como Foguinho, e Cláudio Roberto Pires Duarte, o Claudião. Ambos venceram o campeonato estadual por cinco vezes. Rolla sempre defendeu as cores do Grêmio, enquanto Cláudio teve quatro taças com o Inter e uma com o Tricolor.

Leia mais:

Quem é a lenda do Grêmio que levantou o troféu do Gauchão 2024 ao lado de Geromel?

Renato chega a 500 jogos pelo Grêmio e se declara: “Meu trabalho é fantástico”

Uma trajetória de sucessos

A trajetória de Renato como técnico gremista começou em 2010, com uma derrota nos pênaltis para o Internacional. Sua segunda passagem, iniciada em 2013, foi marcada por altos e baixos até que, a partir de 2018, vieram as glórias regionais.

Em meio a pandemia de covid-19, Renato levou o Grêmio ao tri, e em 2024, ao penta, erguendo a taça diante da torcida. Além desses feitos como técnico, Portaluppi possui três títulos gaúchos como jogador do clube, nos anos de 1980, 1985 e 1986.

Foguinho, nascido em Porto Alegre, foi jogador e técnico do Grêmio, conquistando cinco estaduais e cinco citadinos. Já Claudião, natural de São Jerônimo, teve uma trajetória mais diversificada, com conquistas tanto pelo Inter quanto pelo Grêmio.

Esses três nomes não apenas deixaram suas marcas na história do futebol gaúcho, mas também enriqueceram a história do esporte nacional, demonstrando que o Rio Grande do Sul é berço de grandes talentos não apenas dentro das quatro linhas, mas também nos bancos de reservas.

Imagem: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo