Conselho vota a favor e Romildo vai concorrer à reeleição no Grêmio

Na noite da última terça-feira (26), o Conselho Deliberativo do Grêmio se reuniu para fazer uma votação muito importante. Foi votada a mudança estatuária, que foi aprovada com 226 votos a favor, apenas um voto contra. Com a medida, Romildo Bolzan  vai concorrer à reeleição no Grêmio. Porém, algumas medidas serão tomadas para evitar futura punição ao tricolor gaúcho.

Com a mudança estatuária definida, o Grêmio deverá agora, tomar algumas outras medidas para assegurar a legalidade da candidatura do mandatário tricolor. A primeira delas, será consultar o Profut, orgão regulador ao qual o Grêmio é vinculado desde 2015. Essa consulta deverá ser formalizada ainda na primeira metade de 2019. Após a consulta ao Profut, os sócios também serão consultados e darão um parecer sobre o caso.

É provável que você também goste:

Grêmio inaugura a estátua de Renato Portaluppi na Arena

Grêmio tenta comprar mais 10% do passe de Matheus Henrique

Conmebol volta atrás e Universidad Católica x Grêmio será exclusivo do Facebook

Romildo vai concorrer à reeleição

Para os conselheiros, é praticamente certo que Romildo vai concorrer à reeleição no Grêmio. Essa possibilidade se deu, graças à mudança realizada em 2015, quando o mandato presidencial passou a ser de 2 para 3 anos. Ou seja, de forma interpretativa, Romildo vai apenas para sua primeira reeleição com mandato de 3 anos.

A gestão Romildo se iniciou em janeiro de 2015, desde então, o mandatário tricolor colocou o Grêmio em outro patamar. Além de colocar as finanças do Grêmio no ”azul”, a gestão atual empilhou títulos, como a Copa do Brasil de 2016 e a Libertadores de 2017.

As eleições presidenciais do Grêmio ocorrem no segundo semestre de 2019.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.