gremio pode quebrar

O futebol brasileiro ainda vive muitas incertezas por conta da pandemia do novo coronavírus. Com as competições paralisadas, muitos clubes estão sendo afetados financeiramente e o Grêmio é um deles. Ainda não se sabe ao certo quando o futebol retornará, porém, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr. disse em entrevista à Rádio Gaúcha que o Grêmio pode quebrar se futebol voltar só no fim do ano.

É provável que você também goste:

Confira a posição do Grêmio no ranking digital com as maiores torcidas

O Gauchão 2020 pode ser cancelado? Veja o que disse o presidente da FGF

Romildo diz que o Grêmio é um exemplo ao futebol mundial no retorno aos treinamentos

Grêmio pode quebrar se futebol voltar só no fim do ano

Segundo Romildo, a venda de jogadores para a Europa serão vitais para o tricolor gaúcho e caso não ocorram, o clube precisaria fazer empréstimos bancários. Além disso, o mandatário tricolor deixou claro que o Grêmio não sobreviveria se o futebol não retornasse o mais rápido possível:

”O Grêmio não sobreviveria se voltasse só no final do ano. É absolutamente impossível para qualquer clube brasileiro. Nós teríamos que suspender todos nossos compromissos com a folha de pagamento, suspender contratos.”

Romildo ainda usou a comparação do Rio Grande do Sul com outros Estados para defender a volta do Campeonato Gaúcho:

“Se, no Rio Grande do Sul, pudermos voltar daqui a dois ou três meses… Todo o cenário nacional passa por Rio e São Paulo. Sem aeroportos, que passam por lá, sem os clubes de lá, não tem como equalizar isso. Não teríamos como jogar. Independentemente do prazo que voltem, o importante é que voltem.”

Bolzan por fim, disse que seu pensamento não tem nenhuma ligação com ideologia política, mas sim, preservação do jogo como negócio:

“Querer jogar parece que virou uma questão política. Não é isso. Nós gerimos futebol, e misturar política com futebol, sinceramente, não dá certo. Quero dizer que será fundamental que isso aconteça, mesmo com um calendário que perpasse 2020.”

Quanto ao retorno dos treinamentos, que ocorreu nesta semana com todas as medidas de segurança, Romildo disse que o Grêmio está treinando de maneira científica:

“Estamos treinando de maneira científica, muito mais em busca de uma retomada. Jogador de alto nível não pode ficar 50, 60 dias sem nenhum acompanhamento físico, médico e nutricional. Então, esse movimento que o Grêmio fez em conjunto com o Inter é muito mais cultural, científico e protocolar de subsistência do que futebol profissional. Aqui, não tem viés ideológico.”

O presidente ainda chutou o mês que o futebol deve ser retomado:

“Acho que não jogamos antes de setembro. É a minha impressão. Mas pode ser melhor. Em agosto, acho que daria para encaminhar tudo. O Brasileiro e Copa do Brasil, pelo menos. Não falo em calendário sul-americano. O Campeonato Gaúcho, um pouquinho antes disso. Libertadores é difícil, não vejo como reiniciar neste ano.”

Então torcedor, será que o futebol retorna ainda neste ano?

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Deixe um comentário