Últimas Notícias do GrêmioJogos

A situação do gramado do Centenário para sediar os jogos do Grêmio

A equipe jogará no estádio já no próximo final de semana

A situação do gramado do Centenário para sediar os jogos do Grêmio
Imagem: Vitor Soccol/ S.E.R. Caxias

Grêmio se prepara retornar ao Rio Grande do Sul e sediar jogos no Centenário

Depois de um longo período afastado do Rio Grande do Sul devido aos desastres climáticos provocados pelas enchentes, o Grêmio está de volta a Porto Alegre para retomar os treinamentos no CT Presidente Luiz Carvalho nesta quinta-feira (27).

Com dois jogos “em casa” já confirmados no Centenário, em Caxias do Sul, a diretoria do Tricolor tomou a iniciativa de enviar uma equipe para avaliar e realizar melhorias no gramado do estádio. Até agora, a CBF confirmou as partidas contra o Fluminense, no dia 30 de junho, e contra o Palmeiras, no dia 4 do mês seguinte, no local.

Leia mais:

Sonho de Renato para o ataque do Grêmio deve fechar com o Cruzeiro

O motivo que fez Diego Costa ir para a Espanha e a posição do Grêmio sobre o caso

Na sequência, o time comandado pelo técnico Renato Portaluppi terá mais um desafio em Caxias do Sul, desta vez como visitante no Alfredo Jaconi, onde enfrentará o Juventude pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Situação do gramado

A diretoria considera que o gramado do Centenário não está em condições ruins e não é um problema no momento. Contudo, o clube está se esforçando para garantir que o campo esteja nas melhores condições possíveis, minimizando o risco de desgastes e novas lesões no grupo de jogadores.

Este retorno ao Rio Grande do Sul marca um momento importante para o Grêmio, que busca retomar a normalidade após os transtornos causados pelas enchentes.

 

Imagem destaque: Reprodução/ S.E.R. Caxias/ X

Gabriel Borba

Jornalista, pós-graduado em Jornalismo Esportivo e setorista do Grêmio (@gborba05).

Um Comentário

  1. O gramado está em ótimas condições..o q o Grêmio fez com sua equipe FOI MODO DE CORTE do tipo do grêmio…idem pintura….NADA DE RECUPERAÇÃO OU SIMILAR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo