Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Sul-Americana deveria classificar os segundos colocados dos grupos

Conmebol deveria copiar a UEFA mais uma vez

- Publicidade -

A Conmebol mudou o formato da Copa Sul-Americana em 2021 e ficou bem melhor do que antes, quando era apenas mata-mata. Agora, 32 times disputam uma fase de grupos, que é cheia de benefícios para os participantes. Mas, a entidade organizadora precisa rever o regulamento.

- Publicidade -

É provável que você também goste:

Empate garante ao Grêmio a melhor campanha da Sul-Americana

Libertad e Bragantino avançam na Sul-Americana

Nessa primeira vez com grupos, apenas um time, o Grêmio, garantiu vaga antecipada nas oitavas de final. Poderia ter sido muito pior. Por outro lado, um número maior de equipes chegou na rodada final sem chances de pegar uma vaga. Afinal, apenas o líder de cada chave avança para o mata-mata.

- Publicidade -

Dos 32 times da Copa Sul-Americana, 14 chegaram na rodada final sem qualquer chance de avançarem. Na Libertadores, onde os dois primeiros passam de fase, apenas oito times entraram na rodada decisiva sem possibilidades de conseguirem a vaga. E a presença de times sem objetivo não é algo bom para a competição.

Copa Sul-Americana com fase de grupos foi uma boa ideia

Antes, alguns times jogavam apenas dois jogos, perdiam o confronto e já estavam fora da competição. Agora, existe uma fase preliminar para todos os países, menos Brasil e Argentina e depois começam os grupos. Aliás, os eliminados na terceira pré-Libertadores também entram nas chaves – foi o caso do Grêmio.

Isso torna o campeonato mais atrativo para as emissoras de televisão. No Brasil, por exemplo, as partidas são exibidas apenas pela Conmebol TV, mas podem voltar para a televisão aberta no futuro. Nesta temporada, times como Grêmio e Corinthians certamente trariam boa audiência.

- Publicidade -

Além disso, a disputa dos grupos também permite que os clubes façam um planejamento menor. O Bahia e o Ceará são dois times que até sonham com Libertadores, mas não conseguem chegar lá. Por outro lado, a Sul-Americana é mais acessível e com uma disputa de grupos, podem se reforçar para tal.

Liga Europa é o exemplo que precisa ser seguido

A Liga Europa, torneio de mesmo nível da Sul-Americana, passará a ter 32 times na fase de grupos da próxima temporada e não mais 48. Antes, dos 48 passavam 24 e as oitavas recebia os times da que acabam em terceiro nas chaves da Sul-Americana.

Agora, entre os 32 times, divididos em oito grupos de quatro equipes, os primeiros de cada chave avançam direto para as oitavas de final. Enquanto os segundos terão um duelo contra os terceiros dos grupos da Champions League.

- Publicidade -

A Conmebol deveria adotar o mesmo formato, faria muito mais sentido permitir que os líderes da Sul-Americana entrassem nas oitavas, e os segundos disputassem contra os terceiros da Libertadores. Assim, a rodada final da competição não seria apenas para muitos cumprirem tabela.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: Diário do nordeste

- Publicidade -

Comentários
Carregando...