Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

- Publicidade -

Tiago Nunes cita gramado ruim e pede paciência com Jean Pyerre

O treinador Tiago, justificou a boa marcação do time candango

- Publicidade -

O Grêmio conquistou a vaga para a próxima fase da Copa do Brasil apresentando um futebol modesto no empate em 0 a 0 diante do Brasiliense. Na semana passada, o tricolor gaúcho havia vencido o time candango por 2 a 0 na Arena. Após a estar recuperado da Covid-19, Tiago Nunes voltou a comandar o time à beira do campo.

- Publicidade -

É provável que você também goste:

Volante Thiago Santos valoriza classificação para a próxima fase da Copa do Brasil

Contra o Brasiliense, o Grêmio passou em branco pela terceira vez na temporada

Conheça as datas das oitavas de final da Copa do Brasil

- Publicidade -

Tiago Nunes cita gramado ruim e pede paciência com Jean Pyerre

Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador desabafou sobre a condição do campo de jogo no estádio Boca do Jacaré, em Brasília.

 “As principais dificuldades passaram pela condição técnica do gramado, enfrentamos um adversário com jogadores experientes, com um porte físico grande. Tivemos que nos adaptar ao gramado em péssimas condições e isso muda completamente a característica do jogo. Então o time está de parabéns pela classificação. Não conseguimos fazer o melhor jogo técnico, mas conseguiu se impor física e emocionalmente.”, alegou o técnico Tiago Nunes.

Questionado sobre a atuação apática do time, o comandante gremista explicou sua leitura da partida e justificou que a equipe do Distrito Federal conseguiu ajustar a marcação, atrapalhando a saída de bola no meio campo.

- Publicidade -

“No primeiro tempo tentamos jogar com a bola no pé, o adversário fazia a marcação muito bem encaixada. Muitas vezes deixava a saída de bola lenta, pela falta de paciência o time. No segundo tempo melhorou, principalmente com a entrada do Diego Souza que conseguia segurar um pouco mais, ter a retenção da bola para chegar com mais gente no campo de ataque.”, declarou o treinador em entrevista coletiva.

Coma partida com pouca intensidade, o meia de articulação, Jean Pyerre, teve uma atuação apagada. Apresentando um futebol insipido e de pouca intensidade que se exige para a posição, o jogador foi muito criticado após a partida. Perguntando a razão pela qual o atleta oscila tanto de um jogo para o outro, o técnico Tiago Nunes argumentou que nem sempre Jean Pyerre vai atuar bem.

 “Às vezes o jogador pode ser fundamental sem fazer uma jogada plástica, sem necessariamente fazer um gol. O Jean tem alguns movimentos interessantes, tem uma boa qualidade de passe. Lógico que seu futebol hoje ficou muito prejudicado em função da condição do gramado. Mas ele competiu e se esforçou. Tentou fazer o melhor que pôde. Se tem uma expectativa muito alta em relação ao atleta e nós temos que ter paciência. Saber que ele vai adaptar a cada jogo de maneira diferente. Na minha avaliação ele está se portando bem”, Afirmou o comandante do tricolor gaúcho.

Escalando uma dupla de volantes de pouca movimentação, o time demostrou uma lentidão excessiva no meio campo. Com Thiago Santos e Lucas Silva, o treinador gremista falou sobre a características dos jogadores.

- Publicidade -

“Porque são jogadores que se complementam muitas vezes. O Thiago Santos é um jogador mais de contenção. Já jogaram juntos em outras oportunidades, como na vitória contra o Lanús. São jogadores que tem condição de jogar juntos. As pessoas enxergam muito fantasma onde não tem.”, Alegou o técnico Tiago Nunes.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...