CampeonatoÚltimas Notícias do Grêmio

Ainda temos chances? Como se saíram os times que perderam as duas primeiras rodadas da fase de grupos da Libertadores

Grêmio perdeu os 2 jogos na competição

portaldogremista.com.br em noite de erros gremio perde a segunda seguida na libertadores gremio x huachipato
Imagem: Lucas Uebel – Grêmio

Há esperança para os times que perderam os jogos da libertadores?

O cenário não é favorável para o Grêmio na Libertadores deste ano. Com derrotas consecutivas para The Strongest e Huachipato, o Tricolor ainda não conseguiu pontuar na competição, deixando os torcedores apreensivos quanto ao futuro do time no torneio continental.

Após a derrota por 2 a 0 para o The Strongest na estreia, a situação do Grêmio se agravou ao ser novamente derrotado, desta vez pelo Huachipato, pelo mesmo placar, em partida disputada na Arena. Agora, sob o comando do técnico Renato Portaluppi, o time gaúcho enfrenta o desafio de correr atrás do prejuízo para evitar uma eliminação precoce na Libertadores.

Leia mais:

Confira o valor milionário que o Grêmio deixou de arrecadar até aqui na Libertadores

Barcelona sonda atacante do Grêmio. Confira quem!

Alguns históricos mostram que nem tudo esta perdido

Perder os dois primeiros jogos da fase de grupos não é algo incomum para equipes brasileiras nesta competição. Nas últimas cinco temporadas, esse cenário se repetiu mais de uma vez. Em 2023, o Atlético-MG começou com derrotas para Libertad e Athletico-PR, mas conseguiu se recuperar e garantir a classificação em segundo lugar, com 10 pontos, sendo eliminado nas oitavas de final pelo Palmeiras.

Em 2022, foi a vez do Fortaleza enfrentar dificuldades, perdendo para Colo-Colo e River Plate, mas conseguindo se recuperar e alcançar a segunda posição na fase de grupos, com 10 pontos, sendo eliminado nas oitavas de final pelo Estudiantes.

Analisando outras temporadas, observamos que times como Santos, em 2021, e Atlético-MG, em 2019, também enfrentaram situações similares, mas não conseguiram superar as adversidades, sendo eliminados ainda na fase de grupos da competição continental.

Portanto, embora a situação seja desafiadora para o Grêmio, história recente da Libertadores mostra que ainda há chances de recuperação para o time gaúcho.

 

Imagem destaque: Lucas Uebel/Grêmio

Natalia Fontoura

@natifontouraf Repórter, redatora e setorista do Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo