Portal do Gremista
Confira as últimas notícias sobre o Grêmio, como jogos, contratações, vendas, rumores, e tudo que você precisa saber sobre o tricolor gaúcho.

No último encontro entre Coritiba x Grêmio o ex-técnico Zago PISTOLOU; relembre

_Grêmio x Coritiba

Zago “pistolou” no último Coritiba x Grêmio

Na noite desta quarta-feira (1º), Coritiba x Grêmio se enfrentam, a partir das 20h (horário de Brasília), no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A de 2023. O último encontro entre as duas equipes ficou marcado por uma grande polêmica do lado do Coxa.

Leia mais:

URGENTE: Guerra bate o martelo e manda a real sobre permanência de Suárez no Grêmio em 2024

CBF bate o martelo e define calendário de 2024; como isso afeta o Grêmio?

Em confronto válido pela 12ª rodada, o Tricolor Gaúcho recebeu o time paranaense na Arena, em Porto Alegre, no dia 25 de julho, e não tomou conhecimento do adversário. Sem dificuldades, a equipe comandada por Renato Portaluppi aplicou uma grande goleada por 5 a 1.

O primeiro tempo da partida terminou empatado em 1 a 1, com gols de Franco Cristaldo, de pênalti, para o Grêmio, e Alef Manga, para o Coritiba. A vitória foi construída na segunda etapa.

Em nove minutos, o Imortal ampliou a vantagem para 3 a 1, com gols de Villasanti e Bitello. Pouco depois, Suárez anotou o quarto. Já aos 39′, André Henrique marcou o quinto e último gol.

Logo depois da partida, Antônio Carlos Zago, então técnico do Coritiba, ‘perdeu a linha’ em entrevista coletiva. O ex-comandante fez duras críticas e apontou a equipe como candidata ao rebaixamento.

Se não chegar alguma coisa para qualificar o elenco, vai para a Série B rapidinho. Não é forte, não, (declaração), é o que pode acontecer com o Coritiba. Se não reforçar, vai cair. Tempo de salvar dá, desde que você consiga qualificar o elenco“, desabafou Zago.

A resposta de Zago na coletiva caiu como uma “bomba” nos bastidores do Coxa. Apenas dois dias depois, a diretoria comunicou o desligamento do técnico, que se despediu com quatro empates e sete derrotas em 11 jogos.

Imagem destaque: Divulgação/Coritiba