Últimas Notícias do Grêmio

Vice do Grêmio é absolvido pelo STJD por reclamação contra o Vasco

Brum havia sido denunciado após jogo da 1ª rodada do Brasileirão

Grêmio Brum
Imagem: Lucas Uebel/ GFBPA/ Divulgação

Grêmio tem vitória em julgamento e dirigente é absolvido pelo STJD

Nos bastidores, o Grêmio obteve uma importante vitória fora dos gramados. Nesta quinta-feira (13), o vice-presidente de futebol do Tricolor, Antônio Brum, foi absolvido em uma denúncia que vinha sendo um ponto de preocupação para o clube.

Poucas horas antes do confronto com o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, o Tricolor Gaúcho teve motivos para comemorar. Antônio Brum foi absolvido por unanimidade após ter sido punido pela Comissão Disciplinar com uma suspensão de 15 dias. A punição estava relacionada a incidentes ocorridos na derrota para o Vasco, em abril deste ano.

Leia mais:

Diretor do Grêmio abre o jogo e fala que CBF não fez nada pelos clubes do Sul após tragédia

A principal arma de Renato Portaluppi contra o Flamengo

A decisão, anunciada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), preserva a primariedade do dirigente gremista, aliviando a tensão nos bastidores do clube.

Polêmica com a arbitragem

A polêmica teve início após a derrota do clube gaúcho na estreia do Brasileirão, quando Antônio Brum criticou duramente o árbitro Flávio Rodrigues de Souza (SP) pela não marcação de um pênalti após um toque de mão do lateral Lucas Piton. As declarações de Brum causaram grande repercussão, resultando na sua denúncia ao STJD.

A palavra do dirigente

“Lamento falar de novo desse assunto. Mas não podia deixar de vir falar em nome da delegação e de 9 milhões de torcedores dessa vergonha que vimos aqui. Estou incrédulo com o que aconteceu. É um episódio triste para o futebol brasileiro”, disse Brum após o jogo contra o Vasco, expressando descontentamento

 

Imagem destaque: Lucas Uebel/ GFBPA

Gabriel Borba

Jornalista, pós-graduado em Jornalismo Esportivo e setorista do Grêmio (@gborba05).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo